Tailândia estou quase a voltar para ti

O mundo é grande, mas decidi começar o ano com mais uma viagem pela Ásia, o primeiro destino está previsto que seja a Tailândia (com um pequeno desvio por Hong Kong).

Tiago na Tailândia

A Tailândia para além de ser um paraíso tropical, está repleta de Nómades Digitais, se ainda não sabes o que é isto, eu passo a explicar:

Ser Nómade Digital é ter estilo de vida fora do comum, são pessoas que não possuem trabalho com um horário fixo, trabalham remotamente e juntam o prazer ao trabalho. Por exemplo, porque não trabalhar em frente a uma praia paradisíaca a beber um cocktail?

Quanto tempo estarei pela Tailândia?

Sinceramente não sei, não vou comprar bilhete de retorno a Portugal, possivelmente vou estar entre 30 a 120 dias, é mesmo para ir sem planos.

Primeiramente estou a pensar em aterrar em Phuket (zona de praias), ficar por lá uns dias e começar a “subir” a Tailândia, passar pelas principais ilhas (Koh Samui, Koh Phangan, Koh Tao…) até Chiang Mai.

A ideia é dar a volta “completa” à Tailândia, como um verdadeiro Backpacker (uma só mochila e sem aviões), saltar de cidade em cidade, seja com boleias ou autocarros, no total devem ser cerca de 2000 quilómetros.

Mas porquê? Quais os objetivos?

A Tailândia é lindíssima e a cultura é bastante interessante, pretendo experimentar de tudo um pouco, ter uma aventura que realmente fique marcada na minha vida. Não quero planos, quero aventurar-me!

Conhecer pessoas, ouvir histórias e aprender bastante, por estas mesmas razões escolhi aventurar-me pelos Hostels e Guest Houses.

Isso deve sair muito caro, não?

Nem por isso, tendo em conta que durante a viagem continuo a trabalhar, parto do princípio que também continuarei a receber dinheiro para pagar as minhas contas, é um risco, mas é um risco que qualquer Nómade Digital consegue controlar se der os “tiros nos alvos certos”.

Mensalmente estou a prever gastar entre 550 a 750 euros, tudo depende do lifestyle que pretender, existem várias formas de poupar continuando a usufruir de uma vida diferente e paradisíaca.

E depois da Tailândia?

Sinceramente não sei, este 2015 estará repleto de surpresas e aventuras inesperadas, tenho algumas ideias de onde ir, de sítios que gostava de conhecer, mas só o tempo dirá, como disse, não planeio as minhas viagens.

E tu? Planos para este ano? Vamos beber um cocktail pela Tailândia?

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *